sexta-feira, 19 de junho de 2015

Fechar os Olhos do Espírito

Se estivermos excitados e habituados a refletir na ação, seremos, no entanto, obrigados a fechar os olhos interiores durante a ação (mesmo que fosse para escrever uma carta, para comer ou beber). Até mesmo na conversa com os homens médios, devemos nos dispor a 'pensar' com os olhos do espírito fechados — pois, é a única maneira de alcançar e compreender o pensamento médio. Essa ação de fechar os olhos pode ser feita de forma evidente e voluntariamente.
— Friedrich Wilhelm Nietzsche, in O Viajante & Sua Sombra - aforismo 236.
Ilustração de Marguerite Burnat-Provins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário